sábado, 12 de abril de 2014

Corinthiano gay beija namorado na boca


Lésbica corinthiana não raspa os pelos das axilas


Corinthiano assume homossexualidade vestindo sua camisa do Corinthians e blusa rosa


Corinthiano viado desmunheca na cozinha usando salto alto e mini blusa do Corinthians


Corintiano leva namorado traveco na praia


Menino joga camisa do Corinthians na privada. Desde cedo é que se aprende!!


Corinthiano boiola faz festa de aniversário com o tema da Marie


quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Gaivotas Fiéis lançam camisa da organizada gay corintiana

Criador da primeira torcida organizada gay do Corinthians, o jornalista e apresentador de televisão Felipeh Campos divulgou, na tarde desta quinta-feira, o piloto do uniforme que os membros usarão nas arquibancadas dos estádios. A camiseta terá o logo da torcida no peito e contará também com versão no modelo polo.

O logo, que mescla elementos de maquiagem (a âncora e os remos são substuídos por utensílios de maquiagem e suporte de espelho, por exemplo), foi criado pela agência publicitária Byguedex. Já o uniforme é de autoria do estilista Lino Verdigueiro. Em entrevista ao Terra, Campos havia negado que sua torcida usaria roupas rosas. A cartela de cores divulgadas é branca, preta e roxa.

De acordo com o fundador das Gaivotas Fiéis, há modelos femininos e masculinos em todos os tamanhos de PP ao GG, baby looks e tshirs.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Criador da Gaivotas Fiéis quer Ronaldo "Traveco" Nazário e Emerson "Sheikira" com camisa da torcida




Criador da torcida organizada Gaivotas Fiéis, Felipeh Campos quer o apoio de Ronaldo e Emerson na divulgação do grupo que organiza. Jornalista e apresentador de TV, ele tem como desejo que a dupla com história no Corinthians vista a camisa da primeira organizada gay do clube paulista.


“Eu gostaria muito que tanto o Ronaldo Nazário quanto o Sheik usassem a camiseta como incentivo. Não estou dizendo que eles são gays, mas por serem dois jogadores de expressão e sem preconceitos”, disse Campos.


Em entrevista ao Terra na última sexta-feira, Felipeh afirmou que o nome da organizada gay corintiana poderá ser discutido pelos futuros associados e que os membros não se vestirão de rosa para ir ao estádio. A expectativa é de ter, inicialmente, 500 mil associados.






'Queria um selinho do Sheik', admite líder de torcida gay
"Queria um selinho do Sheik", admite líder de torcida gay

Felipeh divulgou nesta segunda-feira o símbolo atual das Gaivotas Fiéis. O ícone adapta o escudo do Corinthians trocando a bandeira do Estado de São Paulo por uma LGBT e substituindo os temas náuticos por aparatos de maquiagem.

Símbolo das Gaivotas Fiéis, a torcida gay do Corinthians, tem bandeira LGBT e maquiagem


 Foi divulgado na tarde desta segunda-feira o símbolo das Gaivotas Fiéis, torcida organizada gay do Corinthians. Criada pelo jornalista e apresentador de televisão Felipeh Campos, a torcida será representada por uma adaptação do escudo do clube paulista, contando com a bandeira LGBT e apetrechos de maquiagem.

O símbolo divulgado coloca a gaivota acima do escudo do Corinthians, uma referência direta à principal organizada do clube, Gaviões da Fiel. Há menção ao mundo LGBT (sigla para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) nas cores do arco-íris presentes na bandeira do Estado de São Paulo. Os remos dão lugar a apetrechos de maquiagem, enquanto que a âncora vira um suporte para espelho.

Em entrevista ao Terra na última sexta-feira, Felipeh afirmou que o nome da organizada gay corintiana poderá ser discutido pelos futuros associados e que os membros não se vestirão de rosa para ir ao estádio. A expectativa é de ter, inicialmente, 500 mil associados.

 Veja entrevista com líder de torcida gay do Corinthians

sábado, 19 de outubro de 2013

Corintiano Gay, versão Gaivota da Fiel, é flagrado na praia com o vestido da irmã


Gaivotas da Fiel. A Torcida Gay do Corinthians


Gaivotas da Fiel. A primeira torcida assumidamente gay do Corinthians

                                                                                                                                                                                                            Nesta semana, o jornalista e apresentador de televisão Felipeh Campos, ex-integrante do programa Qual é a Música?, do SBT, anunciou a criação da “Gaivotas da Fiel”, uma torcida corintiana assumidamente gay – a diferença em relação às outras torcidas do Timão é a palavra ‘assumidamente’ -, disposta a fazer loucuras nos estádios. O Olé conversou com o idealizador do projeto, que deu mais detalhes sobre a torcida:
“Em vez de camisas tradicionais de torcidas, teremos camisolas; em vez de bandeiras com mastro de plástico, bambuzão. É por aí, mas a coisa não será tão diferente nos jogos do Timão, já que hoje todo mundo se aperta e se abraça… só faltava se beijar. Agora não faltará nada (risos)”, garantiu.
Campos ainda informou que a polêmica foto de Emerson Sheik fazia parte do planejamento para a criação da nova torcida: “O selinho do Emerson foi um teaser, uma prévia do que vinha por aí. Agora todos estão entendendo o que queremos conquistar – além dos garotões, claro. Falando nisso, o Sheik já garantiu presença na inauguração do local e terá uma barraca do beijo, para ele distribuir beijocas em todos. O Dinei é nossa traveca, vai comparecer também (risos)”.
A Gaivotas também fornecerá o tradicional lençol para atender a necessidade da maioria dos corintianos que estão confinados nos presídios do país: “O lençol branco que é estendido na cela para dar mais intimidade aos torcedores alvinegro terá o símbolo do Timão e da torcida. Tudo para os corintianos namorarem em paz”.
O torcedor Carlos Queiroz, conhecido como jóquei de jibóia, é um dos primeiros associados e já adiantou como serão as manifestações da torcida no estádio: ”Aqui vamos fazer avalanche, só que não apenas quando sair gol do Timão, mas a cada apito do juiz. Vai ser avalanche toda hora, quero ver desgrudar depois (risos)”.
O único funcionário do Corinthians a comentar o caso foi Tite. O treinador afirmou que não vê problema na manifestação da torcida e foi direto ao assunto para expressar sua opinião: “A viadobilidade não é bem aceita na sociedade enquanto grupo de pessoas. Mas a bundabilidade é dele e ele dá para quem quiser”, disse.
Com exclusividade, o Olé do Brasil teve acesso a alguns cânticos que sairão das profundas gargantas dos integrantes da Gaivotas da Fiel:
Não para, não para, não para Não para, não para, não para Não para, não para, não para Vem pra cima tigrão
Sou… Da Gaivotas eu sou Vou dar bitoca eu vou E ninguém vai me segurar
Outro cântico interessante será entoado durante a entrada do zagueiro Paulo André, que ouvirá: ”Lindo, tesão, bonito e gostosão” . A principal alteração ocorreu em uma das frases mais emblemáticas do clube: em vez de “corintiano, maloqueiro e sofredor”, o slogan agora é “corintiano,  mariquinha e mamador”

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Sheik Sheikira, o Beija-Flor da Fiel, assumindo seu lado Odalisca


Camisa do Corinthians Beija-Flor mal serve para limpar os pés


Danilo Gentili é mais um Beija-Flor da Fiel que beija homem barbado na boca


Sheik Sheikira da dicas para Corinthianos Beija-Flores: "Namorado bom tem que ser bem peludo, carinhoso e educado"


Félix é Corinthiano Beija-Flor


Vazou na net!! Sheik Sheikira e a barraca do beijo na festa junina do Corinthians Beija-Flor realizada no Parque São Jorge.


Pato e David Brazil. Casal 20 das Odaliscas da Fiel


David Brazil é mais um gay a assumir que é Corintiano Beija-Flor da Fiel


Ralf, do Corinthians Beija-Flor, será o próximo a assumir sua homossexualidade